quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Emmanuel - Do livro “O Consolador”

Avaliação: 

161 - Que é a arte?

A arte pura é a mais elevada contemplação espiritual por parte das criaturas. Ela significa a mais profunda exteriorização do ideal, a divina manifestação desse “mais além” que polariza as esperanças da alma.

O artista verdadeiro é sempre o “médium” das belezas eternas e o seu trabalho, em todos os tempos, foi tanger as cordas mais vibráteis do sentimento humano, alçando-o da Terra para o Infinito e abrindo, em todos os caminhos, a ânsia dos corações para Deus, nas suas manifestações supremas da beleza, de sabedoria, de paz e de amor.

162 - Todo artista pode também ser um missionário de Deus?

Os artistas, como os chamados sábios do mundo, podem enveredar, igualmente, pelas cristalizações do convencionalismo terrestre, quando nos seus corações não palpite a chama dos ideais divinos, mas, na maioria das vezes, têm sido grandes missionários sob a égide do Senhor, em todos os departamentos da atividade que lhes é própria, como a literatura, a música, a plástica.

Sempre que a sua arte se desvencilha dos interesses do mundo, transitórios e perecíveis, para considerar tão-somente a luz espiritual que vem do coração uníssono com o cérebro, nas realizações da vida, então o artista é um dos mais devotados missionários de Deus, porquanto saberá penetrar os corações na paz da meditação e do silêncio, alcançando o mais alto sentido da evolução de si mesmo e de seus irmãos em humanidade.


163 - Pode alguém fazer-se artista, tão só pela educação especializada em uma existência?

A perfeição técnica, individual de um artista, bem como as suas mais notáveis características, não constituem a resultante de uma vida, mas de experiências seculares na Terra e na esfera espiritual, porquanto o gênio, em qualquer sentido, nas manifestações artísticas mais diversas, é a síntese profunda das vidas numerosas, em que a perseverança e o esforço se casaram para as mais brilhantes florações da espontaneidade.

---------------------------


O Consolador - Emmanuel, Francisco Cândido XavierLivro: O Consolador
Filosófico - 328 págs. - 12,5x17,5 cm - FEB - Livro

Na reunião de 31 de outubro de 1939, no grupo espírita Luis Gonzaga, de Pedro Leopoldo, um amigo do plano espiritual lembrou aos seus componentes a discussão de temas doutrinários, por meio de perguntas nossas à entidade de Emmanuel, a fim de ampliar-se à esfera dos nossos conhecimentos.
Consultado sobre o assunto, o Espírito Emmanuel estabeleceu um programa de trabalhos a ser executado pelo nosso esforço, que foi iniciado pelas duas questões seguintes:
-Apresentando o Espiritismo, na sua feição de Consolador prometido pelo Cristo, três aspectos diferentes: científico, filosófico, religioso,...
Este livro dispensa maiores apresentações, recomendo e muito a leitura.

* Livro em MP3: Aqui
* E-book: Aqui

Nenhum comentário: