sábado, 27 de dezembro de 2008

Curta-metragem: VIVA ARTE

Avaliação: 
Com muita alegria, trago o primeiro curta-metragem que o Grupo AVE produziu, o "Viva Arte".

Dividido em duas Partes.
Duração: 20 minutos

Em breve, o Making-off.

1º Parte:


2º Parte:

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Curtas Metragens

Avaliação: 


Ok, já sabemos que é possível a utilização do Teatro, da Dança, das Artes Plásticas e da música no Movimento Espírita, mas será possível a utilização de filmes? É possível a produção?


Claro que é! Este ano, tivemos o prazer de ver diversos grupos trabalhando em filmagens de curtas-metragens amadores, antes, vamos definir bem o que é um curta-metragem.


Curta-metragem é um filme de duração inferior a trinta minutos, havendo no entanto quem para o classificar estabeleça um padrão variável de mais ou menos dez minutos.

O gênero que mais utilizou o formato de curta-metragem foram as animações. Ainda hoje há muitos filmes com acção ao vivo (live-action) e de animação produzidos como curta-metragem, havendo inclusive um premio dos Oscar para cada tipo.

Formato bastante difundido e em expansão no Brasil desde os anos 70, a curta-metragem é também adoptada em documentários, filmes de estudantes e filmes de pesquisa experimental.

Segundo a Agência Nacional do Cinema (ANCINE) em sua Instrução Normativa 22, anexo I, a definição de Curta-Metragem é dada a filmes de até 15 minutos, Média-Metragem para filmes com tempo acima de 15 minutos e até 70 e Longa para filmes com mais de 70 minutos.

Muitos podem achar que para produzir um curta, é necessário sofisticados equipamentos, mas ai que está o equivoco. Basta ter criatividade e o principal, vontade!

Para filmar, uma simples filmadora (Até fotográfica digital, hoje em dia tem a opção de filmar).

Atores? Te garanto que se o objetivo é o bem, diversas pessoas vão oferecer-se!

Para editar, bastar ter um computador e qualquer programa de edição de filmes (Movie maker, Pinacle, etc.)

E se a dificuldade for em idéias para o roteiro, lembra-te que o espiritismo é fonte insaciável de inspiração para a arte, sendo lógica também a aplicabilidade do Cinema. (Já temos algumas grandes produções usufruindo disso).

O Grupo, esse ano, iniciou os trabalhos nesta área, logo abaixo, você pode conferir o trailler do "Viva Arte" e a prévia do nosso próximo Curta "Faces"

São produções simples, por isso mesmo, fica a pergunta: O que te impede?

VIVA ARTE

FACES


quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Dica para o final de ano!

Avaliação: 


Ler sempre é bom!

Portanto, aproveite este período de férias e atualize sua leitura!

Os livros, acha que são caros?

Tudo bem...

Então logo a baixo, tem um link de um site que possui vários livros de ótima qualidade (Emmanuel, Bezerra, etc) totalmente gratuitos!

APROVEITE!

LINK: http://www.ulissesbatista.com.br/index.php

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Laços (Ties) - Curta metragem

Avaliação: 

O curta, Laços tem uma boa qualidade de filmagem e dramatização, o roteiro está entrelaçado de forma indireta com o final da história, criando dessa forma, um clima de expectativa bem interessante.

Foi produzido há algum tempo, mas creio que muitos ainda não assistiram, então, bom “curta”!

domingo, 14 de dezembro de 2008

OS CENTROS ESPÍRITAS E A ARTE MEDIÚNICA

Avaliação: 
OS CENTROS ESPÍRITAS E A ARTE MEDIÚNICA

Entrevista com Divaldo...

Pergunta: - Que orientação deve ser fornecida aos Centros Espíritas que queiram desenvolver atividades no âmbito da arte mediúnica?





Divaldo:
- Devemos ter muito cuidado para não nos desenvencilharmos da atividade central – a divulgação doutrinária – para os modismos que, periodicamente, surgem no contexto da sociedade. Cada época tem os seus objetivos, mas também os seus azares. Costuma-se dizer-se, em Sociologia, que cada época tem as suas virtudes e os seus pecados. O nosso movimento também não pode ficar indemne a acontecimentos dessa natureza.

Vivemos, agora, a época de dois grandes modismos: curas e psico-pictografia. A Sociedade espírita que não tem em casa um médio pintor ou um médium curador, parece que fica meio frustrada, embora, depois de alguns anos, isso desapareça e perca o ardor, que no momento encanta.

Um psicólogo me disse, uma vez, que uma coisa que ele observava nos presidentes de Centros Espíritas, era a projecção da sua imagem, da sua sombra.

Quando a pessoa se sentia frustrada socialmente, quando não havia triunfado na área social, tornava-se presidente de Centro Espírita. Fiquei muito chocado, mas, observando muitos comportamentos, com grandes exceções, vi que essa era uma forma de projecção de imagem.


Agora está na moda a presença de grandes médiuns, meios médiuns na arte da pintura, alguns bons, como é normal, outros menos bons, mas nem todos realizando tentativas valiosas. Igualmente, o mesmo ocorre na área das curas, das cirurgias psíquicas, das cirurgias mediúnicas e outras, provocando, em alguns setores, mais males ao nome do Espiritismo do que benefícios.

Não me parece justo, agora, transformarmos os Centros Espíritas em ambulatórios médicos para competir com a Medicina. Esta não é a finalidade da Doutrina Espírita, porque “os pobres vós sempre os tereis”, disse Jesus, como a dizer, como teremos ricos e injustos, teremos depois pobres e sofredores. Sempre teremos doentes, em consequência, porque a problemática não é a da aparência do corpo, mas do espírito endividado.

A própria Organização Mundial de Saúde reconhece: Não há doenças, há doentes. Nessas pessoas predispostas, a doença se instala, porque houve o desequilíbrio na sua harmonia psicofisica, ali se localizando os agentes patológicos.

Ora, esses amigos estão preocupados em atender aos doentes (sem nenhuma crítica, é uma análise de situação) que transformaram a sala de estudo em ambulatório, colocando camas para que os doentes venham e deitem-se, recebam tratamentos especializados, escutando, às vezes, a leitura de uma página do Evangelho.

Sabemos dos excelentes efeitos do Evangelho, mas a Doutrina Espírita não é apenas o Evangelho. Ela é a aplicação moral do conhecimento espírita. Sem a Doutrina Espírita não se pode entender o Evangelho em passagens muito preciosas. Sem a reencarnação, sem a comunicabilidade dos Espíritos, muitas páginas do Evangelho ficam, para nós, toldadas em seu significado. Esse comportamento, de curas, faz que o Centro Espírita esteja mais para um ambulatório de pessoas doentes do que para Núcleos de saúde integral.

Na área das pinturas mediúnicas, as pessoas ao invés de trabalharem a renovação moral do médium, de o tornarem espírita, permanecem no fenómeno, sem os aprofundamentos indispensáveis.

A moral não tem nada a ver com a mediunidade, dizem. Realmente, não tem. A mediunidade é amoral; mas o médium espírita tem que ser moralizado, para poder sintonizar com os Espíritos moralizados. É o velho ditado: Diz-me com quem andas, que te direi quem és”. Parafrasearemos aqui: "Diz-me quem és e te direi com quem andas”.

De acordo com o comportamento do médium, poderemos saber quais os Espíritos que com ele se afinam. Então, a tarefa do Centro Espírita está muito bem delineada na Codificação. Não é pelo facto de termos, hoje, um médium psico-pictográfico, ou um médium de efeitos físicos, ou um médium psicógrafo, ou um médium orador, que o Centro Espírita deve agora girar em torno dele, porque isto é um desvio da finalidade precípua da Casa Espírita.

Vamos, então, reservar a esses companheiros uma oportunidade para que treinem e, nos momentos próprios, possam apresentar a arte espírita, no caso específico provando que realmente se trata de desencarnados, graças à identificação dos autores que dele se utilizam.

Kardec abordou várias vezes a arte espírita. Da mesma forma que houve a arte pagã e a arte cristã, - disse ele – haverá a arte espírita. Mas procuremos ter muito cuidado, para que não apresentemos uma caricatura de arte, em nome da Arte Espírita.

Divaldo Franco

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Reforma PRONTA!

Avaliação: 

Olá queridos amigos e amigas.

Informo que as mudanças estão prontas no blog!

Claro, lembro que nada é para sempre e queremos muito a sua opinião!

Por isso esse Post ficará, para que você sugira idéias (através de comentários) de novas implementações, matérias, etc.




Abraço a todos!












.