segunda-feira, 29 de junho de 2009

Entrevista com o ator Nelson Xavier

Avaliação: 


Assista essa entrevista.
Perceba a emoção do ator Nelson Xavier, que viverá o médium Chico Xavier no cinema, ao falar sobre o filme "AS VIDAS DE CHICO XAVIER", uma cinebiografia que será dirigida por Daniel Filho e produzida pela Globo Filmes. O filme baseia-se no livro homonimo "As Vidas de Chico Xavier" de Marcel Souto Maior.

BOA SORTE NELSON !

quinta-feira, 25 de junho de 2009

HQ - Evoluindo...

Avaliação: 
Como faz tempo que não posto uma HQ que o Grupo AVE produz, ai vai mais uma.
Comentem!


Clique na imagem para ampliar.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

1° Mostra Goiana de Cinema e Vídeo Espírita

Avaliação: 
Inscrições para a 1° Mostra Goiana de Cinema e Vídeo Espírita estão abertas

Estão abertas através do site da FEEGO- Federação Espírita do Estado de Goiás- (www.feego.org.br) as inscrições para filmes e vídeos na Mostra. O evento acontece nos dias 25 e 26 de Julho no Cine Ouro, em Goiânia.
O evento integra as atividades do V Encontro Regional de Comunicação Social Espírita, que acontece na sede da FEEGO nos mesmos dias.
No dia 25, sábado, ás 19h30 teremos a exibição do filme Bezerra de Menezes: o diário de um espírito, seguido de um debate sobre cinema espírita com o diretor do filme, Glauber Filho.
No domingo, acontece a mostra com cinco categorias: Curta, média, longa, video-clipe e curta mocidade.
Cada categoria será dividida da seguinte forma:

*Curta: Até 20 minutos,
*Média: Até 50 minutos,
*Longa: Á partir de 50 minutos,
*Video-clipe: Clipe de bandas espíritas,
*Curta-mocidade: Produzido por mocidades, até 10 minutos.

AQUI Download do regulamento da Mostra

AQUI D
ownload da ficha de inscrição



LUZES, CÂMERAS E VAMOS FILMAR!

Contamos com sua participação!


Maiores informações na FEEGO (62) 3281-0200, com Lucas de Pádua(Coordenador da Mostra-GAN) (62) 9967-1282 ou ainda pelo email: comunica@feego.org.br


sexta-feira, 19 de junho de 2009

VI Fórum Nacional de Arte Espírita

Avaliação: 
Um pouco de atraso a matéria, mas ai vai:
Casa cheia na abertura do Fórum

Uma noite e tanto para a Arte Espírita! Mais de 400 pessoas encheram o Teatro Tiradentes, no centro de Aracaju, ontem na abertura VI Fórum. Um público diversificado, a maioria sem ligação com o espiritismo, que se permitiu contagiar pelo clima de alegria e descontração do momento.

Após rápidas palavras do presidente da Federação Espírita Sergipana, Júlio César Góes, o presidente da ABRARTE, Rogério Silva, explicou brevemente o significado do evento para a Arte Espírita. A seguir, o caminho ficou aberto para a primeira apresentação da noite.

 O Oficina de Arte, de Goiânia (GO), apresentou parte do repertório autoral de seus 4 CDs. Foram 11 canções de cunho evangélico e ritmos variados. Um momento marcante do show aconteceu durante a execução de Arte Nova Era. No meio do refrão, faltou som. Mas o grupo contornou o problema chamando o público para participar. A força da resposta fez a falha parecer ensaiada!

Os goianos ainda se despediam, quando Louco É Tu emergiu d a platéia. Muita gente foi surpreendida pelo começo interativo da peça trazida pelo Grupo Lema, de Fortaleza (CE). O espetáculo se desenvolveu com grande sintonia entre o público e os atores, que riram e se emocionaram juntos por uma hora.

Ao final da noite, artistas, participantes e espectadores se confraternizaram na saída do teatro. Marcando um início promissor para mais um Fórum Nacional de Arte Espírita.


Dia de debates e definições no Fórum

 “Quem, quem vem, quem vem lá?” É artista, minha gente! De todas as regiões do país, 15 estados e Distrito Federal. Com o Maracatu Misterioso, de Antônio Nóbrega, a Comunidade Arte e Paz, da Bahia, promoveu a integração inicial de todos os participantes no segundo dia do Fórum Nacional de Arte Espírita.

Foi nesse clima festivo que tiveram início os primeiros Grupos de Trabalho do evento. Em pauta, a Semana Nacional de Arte Espírita e a Campanha Arte na Casa Espírita. Duas iniciativas ousadas da Abrarte, que pretendem levar a Arte Espírita a todos os cantos do país. Os debates intensos se estenderam por toda a manhã, e foram essenciais para o aprimoramento das propostas.

Depois do almoço, os participantes compartilharam com o cantador paraibano Merlânio Maia bons minutos de música e poesia popular inspirada no espiritismo. A seguir se dividiram entre os Centro de Interesse. Foram quase duas horas de atividades e reflexões sobre temáticas específicas: As Artes Visuais no Espiritismo, Dança Espírita e Hai Kai.

No auditório geral, todos se reuniram para compartilhar as experiências vividas e, logo a seguir, se deixarem envolver pelo espetáculo Quem tem medo da morte?, em nova interação do Arte e Paz. Em uma hora, os participantes do Fórum viram desfilar à sua frente histórias de gente comum, com medos, incertezas e fragilidades que ganham novas cores diante de uma perspectiva espiritualizada e auto-confiante.

Após o jantar, associados e candidatos à associação se reuniram para a Assembléia Geral da Abrarte. Aprovada a prestação de contas, foi escolhida por aclamação a nova diretoria, num processo que contou com chapa única. Houve ainda a eleição dos membros dos Conselhos Doutrinário e Fiscal, além da aprovação pela assembléia de todos os que se associaram após o último Fórum. A Abrarte terminou o dia com 112 associados, de 19 unidades da Federação!

Por fim, uma sensibilização musical e teatral reuniu a todos numa corrente de boas energias pela Arte Espírita, que vivencia dias de rara integração nesse feriado de Corpus Christi!


Fórum termina com boas surpresas

O último dia do Fórum Nacional de Arte Espírita começou com discussões importantes nos Grupos de Trabalho. Enquanto alguns se inteiravam da proposta do Núcleo de Artes Visuais Espírita (NAVE), outros se aprofundaram no funcionamento operacional da Abrarte. Mas a maioria dos participantes optou por contribuir para o debate sobre a Seleção de Textos Dramáticos com Temática Espírita. Uma iniciativa da associação que vai prover o movimento espírita e a sociedade com um bom apanhado dos textos teatrais produzidos em todo o país.

Após o compartilhamento dos debates, o Fórum acompanhou atento a performance Caminho para Deus, da dançarina Paula Sales (Campinas/SP). Um espetáculo de força e expressividade, mesclando elementos do canto e do teatro. A seguir, o almoço, e nova divisão dos participantes entre os Centros de Interesse. Quem não optou pela reflexão O Ator Espírita, se distribuiu entre os grupos A Arte e o Atendimento Espiritual e A Música Erudita Espírita.

Nova socialização, e as atenções se voltaram para a Mostra de Dança e o Curso de Coreógrafos, que acontecem em outubro, com o apoio da Abrarte; e, logo depois, para as próximas Mostras Abrarte Regionais, e sua interação com a Semana Nacional de Arte Espírita. Representantes do Distrito Federal, do Mato Grosso e de Goiás assumiram o desafio de organizar a 1ª Mostra Centro-Oeste.

E para terminar, nada melhor do que Arte! A Cia. Illuminata, de Vitória da Conquista, cativou os participantes, ainda no fim da tarde, com seu premiado Baú de Causos – uma comédia do outro mundo. Após o jantar, dois grupos locais surpreenderam o Fórum: a banda Casa do Zé mostrou canções simples e um ritmo envolvente que levantou o público! Já o grupo Catorze e Vinte e Nove apresentou a peça O Evangelho Segundo Seu “Ocrido”, que rendeu bons momentos de humor e reflexão à platéia.


Fotos do 5º Fórum: http://www.abrarte.org.br/galerias/view_galeria.php?&pgAtual=1&cod=21

Autor: Comunicação ABRARTE