segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

A necessidade do equilibrio !

Avaliação: 
Vemos diariamente grupos de arte se reunirem. Grandes atores, músicos, bailarinos com imenso talento, tendo tudo pra dar certo, mas de uma hora para a outra simplesmente os grupos se dissolvem, como num passe de mágica. Vemos isso também em nosso meio espírita.

Sim, somos espíritas, mas ainda temos os nossos ranços, preconceitos, limitações. O orgulho e o egoísmo estão dentro de nós. Queremos dominar o outro, impor nossas idéias e opiniões, e acabamos por prejudicar o trabalho que é acima de tudo do Cristo. 

Em nosso meio artístico a vaidade é nossa maior inimiga. Normalmente aquele que sobe no palco gosta de estar ali representando algo, tem sua desenvoltura, e tem que ter muito equilíbrio e disciplina pra não deixar a “fama subir a cabeça”. Temos que ter a humildade de sabermos que a capacidade artística mais latente é sim uma benção de Deus, um dom que deve ser usado para o bem, para o encaminhamento de Espíritos para Deus. Se somos bons artistas: ajudemos aos nossos confrades a se desenvolverem artisticamente, ensinemos o que sabemos, afinal: 
Não coloqueis a candeia sob o alqueire, mas sobre o candeeiro para que ilumine a todos” Jesus Cristo.
Para que passemos a mensagem de uma forma correta, para sermos capazes de tocar corações precisamos depurar-nos, sermos bons instrumentos de Deus, afinal cada um dá aquilo que é capaz, e se não nos esforçarmos seremos más ferramentas para Cristo. Precisamos ser úteis na seara do mestre, ele conta conosco.
Queridos artistas, humildade e estudo é o caminho!
Conhece-te a ti mesmo!


por Djenifer Correa

Nenhum comentário: