quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A arte de Cantar com a Alma

Avaliação: 
A ARTE DE CANTAR COM A ALMA
Em verdade eu não me sinto
Nesta vida um desconhecido.
Sou filho da verdade, mas eu minto,
E por mentir nunca serei esquecido

Digo que sou um poeta!
Mais que poeta? Que poesia?
Como pode uma pessoa analfabeta
Participar com poetas na confraria?

Um poeta! Desnuda o seu eu,
Chora sua desilusão,
Cura a dor de um amor que morreu
Ao abrir-se para uma nova paixão.

Um poeta é carismático,
É introspectivo,
Um pragmático,
E essencialmente emotivo.

Tem a arte de cantar com a alma,
Mais não de fazer previsão.
Nem sempre tem a vida calma
E nem para o problema a solução!

Não se eterniza um embusteiro,
Tão pouco a tola ilusão.
Sentimento de poeta é verdadeiro,
Sabe fazer do amor e da dor, uma canção!

Nenhum comentário: