quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A Arte Circense

Avaliação: 
"Respeitável Público! Temos a honra de apresentar-vos..." um pouco da Arte do Circo.

Há muito, muito, muito tempo essa Arte tão encantadora toma conta das nossas ruas.
O primeiro Circo à ganhar fama foi o Circus Maximus, inaugurado em VI a.C, tendo capacidade para abrigar 150.000 pessoas. Os espetáculos incluíam corridas de carruagens, mas tempos depois foram acrescentados ao show lutas de gladiadores, apresentações de animais selvagens e a apresentação de pessoas com habilidades incomuns, como engolir fogo.

Com o rolar do tempo, artistas populares passaram a rodear as ruas, fazendo seus números para as pessoas que circulavam em praças, feiras e nas próprias entradas das Igrejas. Foi daí que surgiram então os tão conhecidos saltimbancos.

                             O que é Saltimbanco: Histrião que exibe suas habilidades na via pública ou nas feiras, em geral em um estrado; farsante, pelotiqueiro.


Maaassss... há indícios de que sua origem partiu da China. Lá, foram encontradas pinturas com cerca de 5 mil anos, que representavam malabaristas, acrobatas, contorcionistas, equilibristas. Porém, há vestígios como estes também, no Egito, em Roma e na Índia. Ninguém sabe ainda o lugar certo do nascimento do Circo.


No Brasil, essa arte chegou trazida pelos ciganos. Aqui, tomou outra forma, adquirindo um jeitinho basileiro. Os próprios palhaços são prova disso. Enquanto na Europa os palhaços são de uma essência pantomímica, os nossos palhaços são bem falantes.



Atualmente, o maior circo do mundo é o tão conhecido Cirque du Soleil. Seus espetáculos costumam representar mundos estranhos, mas sentimentos e emoções do nosso mundo, desejos nossos.
 Afinal de contas, é isso que a Arte faz, não é mesmo? Representar a realidade dos nossos sentimentos e emoções.

Um abraço.

2 comentários:

jenifer disse...

simplismente incrivel a tua postagem.. amei tudooo... até porque sou apaixonada pela arte circence!! parabéns flor... cada vez mais lindas as tuas postagens!

Anônimo disse...

puxa saco detected